Ford Ka 2020
Municípios Acompanhamento desde 2017

Criança que levou faca e ameaçou colegas sofre transtornos, diz Conselho Tutelar

Menino passa por acompanhamento psicológico desde 2017 (Foto: Reprodução/Catve.com)

A criança que levou uma faca e ameaçou colegas de sala na Escola Artur Carlos Sartori, no Bairro Santa Felicidade, passa por acompanhamento psicológico desde 2017, segundo o Conselho Tutelar Sul.

O menino está sob os cuidados da avó desde que a mãe faleceu. O Conselho Tutelar acompanha o garoto desde de fevereiro de 2017, quando apresentou problemas em sala de aula.

Casa do eletricista TRATAM. E ACESS.

Agora o caso do garoto deve ser reavaliado para se definir os próximos passos. O conselheiro Everaldo da Silva destacou que a criança não vai ser afastada da instituição. “Em alguns casos pode ser determinado o afastamento, mas só se a criança não estiver dando conta de apresentar evolução, se não a criança tem o direito de continuar estudando”, diz.

O conselheiro ainda reforçou a presença dos pais com a criança. “É preciso que os pais percebam e fiquem atentos ao comportamento dos filhos, quando a criança tem dificuldade de socialização ou está chorosa é motivo para uma conversa com o filho”, afirmou Everaldo.

 

Com Catve.com 

TOPO