Ecoville – Maior rede de limpeza
Municípios Substituição em receitas

Receitas especiais e alergia alimentar são temas de curso desenvolvido na região Oeste

(Fotos: Divulgação)

Leite, glúten, ovos, peixes, nozes, amendoim e tomate. Alimentos bastante conhecidos, porém, comuns por provocarem alergias. A sua substituição nas receitas é uma forma de contornar o problema, quando se trata de pessoas alérgicas a algum dos ingredientes. Alguns dos sintomas mais comuns ligados às alergias são: inchaço em algumas partes do corpo, náuseas, diarreia, coceira, respiração dificultada, manchas avermelhadas pelo corpo.

O consumo de pães, doces e outros alimentos pode ser liberado para os alérgicos, desde que preparados da maneira correta. Oferecer esta alternativa faz parte de um curso ministrado por intermédio da Cooperativa de Trabalho e Assistência Técnica do Paraná (Biolabore).

Casa do eletricista PRESSURIZADORES

Um curso foi ministrado a agricultoras e cozinheiras rede municipal de ensino de São José das Palmeiras, pela tecnóloga em alimentos, Débora Guerino Boico e pelo engenheiro agrônomo Everton Ulkoski. A dinâmica está inserida no Projeto de Desenvolvimento Rural Sustentável, financiado pela Itaipu Binacional, como atividade prática de segurança alimentar e nutricional.

As novas receitas podem significar melhor qualidade de vida e é possível, em muitos casos, a utilização de alimentos cultivados nas propriedades rurais da região, como explica Débora Guerino Boico. “A alergia acomete muitas pessoas e, principalmente crianças”, observa. “Podemos citar, por exemplo, o leite de vaca, que pode ser substituído pelo leite vegetal, caso da aveia, arroz ou inhame. No caso do ovo, pode ser utilizado um preparo de chia, linhaça, ou banana”, destaca.

A alergia alimentar é uma reação do sistema imunológico que ocorre logo após a ingestão de um determinado alimento e podem variar de gravidade de pessoa para pessoa.

Com assessoria

 

Clique aqui e participe do nosso grupo no WhatsApp

TOPO