Ford KA Fev 2021
Copagril – Sou agro com orgulho
Municípios Leitos quase 100% ocupados

Secretaria de Saúde de Cascavel emite alerta; existe risco iminente de colapso na Macrorregião Oeste

(Foto: Divulgação)

A Secretaria de Saúde de Cascavel emitiu na manhã desta sexta-feira (19) um alerta de risco à saúde, solicitando que a população redobre os cuidados e medidas preventivas visando conter o novo coronavírus. O alerta foi emitido pelo secretário Thiago Stefanello depois que foi constatado o risco iminente de colapso do sistema de saúde na região Macro Oeste do Paraná, que consequentemente atingirá Cascavel.

Segundo as informações do Boletim Epidemiológico da Secretaria de Estado da Saúde de ontem (18), o Paraná atingiu o maior patamar de ocupação de leitos Covid-19 dos últimos meses, com ocupação de 87% de todos os leitos UTI exclusivos no estado. A rede privada e suplementar também se encontra saturada e com taxas de ocupação extremamente altas.

Casa do Eletricista – 99% dos problemas

A situação na Macro Oeste, que envolve os leitos de UTI disponíveis em Cascavel, Toledo, Francisco Beltrão, Pato Branco e Foz do Iguaçu, é ainda mais preocupante, com taxa de ocupação de 92,3% para os leitos de UTI exclusivo Covid-19. É a taxa mais alta dos últimos meses. Em Francisco Beltrão e Foz do Iguaçu os leitos de UTI já estão com ocupação de 100%. Em Cascavel, restavam apenas 6 leitos na manhã desta sexta, porém com 3 pacientes já na espera.

A Secretaria de Saúde também constatou um aumento no número de consultas de pacientes com sintomas respiratórios, suspeitos ou confirmados da Covid-19.

Desde o início da pandemia, o Estado já ampliou em 540% o número de leitos de UTI e mesmo assim, a estrutura se encontra no limite de ocupação. Aliado a isso existe uma deficiência de recursos humanos, bem como desgaste físico e psicológico daqueles profissionais de saúde que atuam na linha de frente da Covid-19.

 

Confira:

Com G1

Clique aqui e participe do nosso grupo no WhatsApp

 

TOPO