Paraná Assaltante mudo

“Achei que era brincadeira”, diz funcionária abordada por assaltante mudo que entregou bilhete para anunciar roubo

Suspeito foi solto nesta quinta-feira (06) (Foto: Reprodução)

A funcionária do posto de combustíveis que foi abordada pelo assaltante mudo, que entregou um bilhete para anunciar um roubo em Curitiba, disse que ficou assustada ao perceber a ação do suspeito.

“Na hora eu levei aquele choque. Nunca tinha sido assaltada. Achei que era uma brincadeira”, comentou a operadora de caixa Aliane da Silva Pinheiro.

O homem, que foi preso depois de ser imobilizado por um frentista do posto, foi solto na quinta-feira (06), após uma audiência de custódia, segundo a Polícia Civil.

Um dia após o crime, a funcionária que recebeu o bilhete das mãos do suspeito, afirmou que o caso é “o assunto do momento” entre os funcionários e clientes.

Na quarta-feira (05), o homem chegou sozinho ao posto de combustíveis e entrou na loja de conveniência, onde estava Aliane. Segundo os funcionários, ele informou, pelo bilhete e com gestos, que estava com uma arma de fogo na cintura.

“Pedi para ele mostrar se ele tivesse uma arma. Ele gesticulava bastante”, relembra a operadora de caixa.

A polícia disse que o suspeito não possuía nenhuma arma.

Ao perceber que se tratava de um assalto, a funcionária disse que chamou o frentista e disse que estava passando mal. Segundo ela, o colega logo percebeu o que estava acontecendo e imobilizou o suspeito.

Assaltante mudo entregou bilhete para anunciar roubo e é preso, em Curitiba (Foto: Divulgação/Polícia Civil)

 

Com G1

TOPO