Paraná Alerta

Depois das geadas, cresce o risco das queimadas no Paraná

(Foto: Divulgação/Eletrosul)

Alertar a população sobre os riscos de queimadas próximas a linhas de transmissão e subestações de energia elétrica. Esse é o objetivo da campanha anual de conscientização promovida pela Eletrosul, iniciada neste mês de julho, com o tema “Queimadas: natureza em chamas, cidade sem energia”. A campanha engloba os estados do Paraná, Santa Catarina, Rio Grande do Sul e Mato Grosso do Sul.

No caso dos estados do sul, a época é ainda mais perigosa por causa das geadas, que deixam a vegetação seca e mais propícia ao risco de incêndios ambientais. Mas, o risco é o ano todo.

Casa do Eletricista – RETOMA

De acordo com monitoramento do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe), somente no primeiro semestre de 2019, foram contabilizados 25.555 focos de incêndios no Brasil, um aumento de 37% comparado ao mesmo período em 2018. Considerando os quatro estados da área de atuação da Eletrosul, o Mato Grosso do Sul foi o que apresentou mais registros, alcançando 1.576 (6,2%). Em seguida vem o Paraná com 533 (2,1%), o Rio Grande do Sul contabilizou 389 (1,5%) e Santa Catarina registrou 192 (0,8%).

A campanha alerta para as causas dos incêndios, como queimadas e bitucas de cigarro atiradas às margens de rodovias.

 

Com Bem Paraná

TOPO