Paraná Combate ao coronavírus

Governo e Senai-PR divulgam as empresas selecionadas no Saúde Tech

(Foto: Arnaldo Alves/AEN)

O Governo do Estado e o Senai Paraná divulgaram nesta segunda-feira (11) as dez empresas classificadas no edital Saúde Tech. Elas vão desenvolver produtos e tecnologias para ajudar no combate ao novo coronavírus e receberão investimento de até R$ 1,4 milhão.

As empresas selecionadas se enquadraram em nove categorias diferentes e vão potencializar projetos de simulação predial hospitalar (otimização de layout), organização hospitalar a partir de triagem, monitoramento de aglomerações, produto de limpeza individual, equipamento de proteção coletivo nos ambientes, monitoramento de saúde dos colaboradores das empresas, tinta antiviral para hospitais, monitoramento de pacientes com uso de apps e plataforma de atendimento médico/telemedicina (dois projetos).

Casa do Eletricista – Clorador Agosto

As ideias têm origem em cinco cidades. True Work Consultoria e Desenvolvimento de Sistemas, Renner Herrmann, Perfil Térmico, Mão colorida Comunicação Visual, Laurabot Desenvolvimento e Serviços de Inteligência Artificial e DOD Inteligência Artificial são empresas de Curitiba.

As outras quatro são a IOTO International Indústria e Comércio de Produtor Aromáticos (Campo Magro, da Região Metropolitana de Curitiba), Benazzi Engenharia (Londrina, no Norte), Eureka Software (Maringá, no Noroeste) e ConsultaMe Intermediadora de Serviços por Telemedicina (Ponta Grossa, nos Campos Gerais).

As ideias serão executadas nos Institutos Senai de Tecnologia e Inovação e contarão com acompanhamento de profissionais da entidade. Os recursos poderão ser usados dentro do projeto, não podendo envolver viagens e diárias, despesas com divulgação e quaisquer outros dispêndios acessórios ao desenvolvimento da tecnologia.

 

PLANO DE PROJETO

As empresas selecionadas deverão concluir até esta sexta-feira (15) o plano de projeto elaborado em conjunto com o instituto selecionado, a fim de especificar o escopo do projeto, orçamento detalhado e prazos, e o termo de cooperação firmado entre os parceiros (Senai Paraná, Fundação Araucária e empresa), conforme minuta descrita no edital. Caso a empresa não efetive a contratação, outra poderá ser selecionada.

 

INDÚSTRIAS E PROFISSIONAIS

O chamamento público recebeu propostas de empresas interessadas em acelerar ideias e soluções que já estão ambientadas em teste para ajudar a sociedade diante da pandemia. Pelo Governo do Estado, participam do processo a Superintendência de Inovação da Casa Civil, a Fundação Araucária e a Superintendência da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior.

“Buscamos soluções inovadoras em parceria com o setor empresarial. O Paraná tem uma indústria forte e especialistas capacitados para desenvolver novas soluções para melhorar a saúde pública. Tecnologia é fundamental para vencer a pandemia”, afirmou o governador Carlos Massa Ratinho Junior. Segundo ele, a parceria com a iniciativa privada acelera as respostas do Estado.

“O momento que estamos vivendo reforça a importância da pesquisa e inovação, que estão entre os pilares da atuação do Sistema Fiep”, acrescenta o presidente do Senai Paraná, Carlos Valter Martins Pedro. “Com os Institutos Senai de Tecnologia e Inovação, possuímos estrutura adequada, especialistas e conhecimentos técnicos para colocar à disposição da sociedade, apoiando as empresas na busca por soluções para esta crise sanitária”.

 

APROXIMAÇÃO

O edital também atende um compromisso de aproximação do setor produtivo com as universidades e a administração pública, por meio de investimentos diretos e de cooperação.

“Uma das principais metas do Governo é transformar o Estado no mais inovador e moderno do País. É por meio da inovação e pesquisa aplicada que conseguimos avanços sociais, econômicos e humanos”, destacou o presidente da Fundação Araucária, Ramiro Wahrhafttig.

 

Com Agência Brasil

Clique aqui e participe do nosso grupo no WhatsApp

TOPO