Copagril
Poder Legislativo Apropriação de salário

Veja prints de conversas no WhatsApp que podem incriminar o vereador Neco

Fotos: Divulgação

 

Alguns prints de diálogos no WhatsApp podem incriminar o vereador Neco Kist (MDB), acusado de se apropriar de parte do salário de uma funcionária em comissão da Prefeitura de Marechal Cândido Rondon.

O conteúdo datado de 2017 leva a supor que o edil exigia em torno de R$ 1 mil mensais da servidora, enquanto outra imagem divulga o valor do holerite. já outra imagem apresenta o registro de ligações de Neco à funcionária pública.

Casa do Eletricista CÂMERAS

A documentação foi protocolada nesta segunda-feira (08) junto à Câmara de Marechal Cândido Rondon pelo Departamento de Controle Interno da Casa de Leis, cujo material foi enviado ao Ministério Público e ao Tribunal de Contas do Estado do Paraná. O setor de controle interno do Poder Legislativo pede a cassação de mandato do edil rondonense. A recomendação foi motivada por denúncia anônima.

 

O Presente com agências

 

 

TOPO