Copagril
Policial Regiões de Foz do Iguaçu

Ação na BR-277 apreende quatro ônibus carregados com mercadorias

Em ação conjunta resultou na apreensão de quatro ônibus carregados com mercadorias (Foto: Divulgação)
  • Foto: Divulgação

  • Foto: Divulgação

Na terça-feira (09), ação conjunta entre a Divisão de Repressão ao Contrabando e Descaminho da Receita Federal do Brasil em Foz do Iguaçu, policiais do BPFron, ROTAM e PRF resultou na apreensão de quatro ônibus carregados com mercadorias, dando continuidade ao combate à prática de formação de comboios na região de Foz do Iguaçu (PR).

A primeira ação, que aconteceu por volta das 15 horas, foi realizada na BR-277 e no Posto Fiscal Bom Jesus, em Medianeira (PR). Servidores da Receita Federal, BPFron e ROTAM selecionaram 02 ônibus por estarem carregados com mercadorias que evidenciavam destinação comercial, em sua maioria eletrônicos. Um dos ônibus, ao perceber a presença da fiscalização, tentou se esconder em um estacionamento em São Miguel do Iguaçu – PR, mas não teve sucesso.

Casa do Eletricista CÂMERAS

Já a segunda ação ocorreu por volta das 20 horas, quando policiais da PRF abordaram 02 ônibus suspeitos no Posto Fiscal da Polícia Rodoviária Federal em Santa Terezinha de Itaipu (PR). Servidores da Receita Federal foram até o posto de fiscalização e, juntamente com policiais da PRF, escoltaram os ônibus até a Alfândega da Receita Federal.

Todos os veículos foram lacrados para posterior verificação. Estima-se que o valor total das mercadorias irá ultrapassar R$ 720 mil. Por meio de informações colhidas com alguns dos motoristas e passageiros, contatou-se que os veículos seguiriam para vários destinos no país.

A Receita Federal disponibiliza um telefone de contato para denúncias, de forma anônima, por meio do número (45) 9 9152-2036.

Essa iniciativa está inserida no âmbito do Programa de Proteção Integrada de Fronteiras (PPIF), instituído pelo Decreto nº 8.903/2016, tem como diretrizes a atuação integrada e coordenada dos órgãos de segurança e de fiscalizações atuantes nas fronteiras, e como foco, o fortalecimento da prevenção, do controle, da fiscalização e da repressão aos delitos transfronteiriços, como contrabando, descaminho, tráfico de drogas, armas e medicamentos, entre outros.

 

Com assessoria

TOPO