Copagril
Policial Operação Cricket

Quatro acusados de vendas de lotes ilegais são presos pelo Gaeco

Foto: Arquivo/OP

 

Quatro suspeitos de vendas de lotes ilegais na Região de Curitiba foram presos na manhã desta quinta-feira (14) pelo Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco). Além disso, sete mandados de busca e apreensão são cumpridos na ação, batizada de Operação Cricket.

Os locais onde as prisões foram efetuadas ainda não foram informados. Os presos são suspeitos de parcelamento irregular de solo urbano, crimes ambientais, estelionato e crime contra a relação de consumo.

Casa do Eletricista ESCAVAÇÕES

De acordo com o Ministério Público do Paraná (MP-PR), 70 famílias foram lesadas com a prática dessa associação criminosa que vendia os loteamentos ilegais, que ficam em áreas de preservação de Campo Magro. O grupo estava atuando desde janeiro de 2015, conforme o MP-PR.

Quando as vítimas percebiam que tinham sido prejudicadas, elas suspendiam os pagamentos. Porém, segundo o MP-PR, eram ameaçadas com armas pelos integrantes da associação criminosa. O MP-PR ainda informou que houve casos em que os suspeitos invadiram as casas dos compradores.

Os mandados de busca e apreensão são cumpridos nas seguintes cidades:
Curitiba – 3
Almirante Tamandaré (Região Metropolitana de Curitiba) – 2
Ponta Grossa (Campos Gerais) – 1
Guaratuba (litoral) – 1

Os mandados foram expedidos pela 1ª Vara Criminal de Almirante Tamandaré.

 

Com RPC TV

TOPO