Pref. Pato Bragado Natal em Canto 2019
Esportes

Ciclista rondonense percorre 320 quilômetros em um dia e supera desafio

 

Arquivo pessoal

O ciclista percorreu o total de 320 quilômetros em apenas um dia, passando por vários municípios da região

O ciclismo é um esporte que demanda altos níveis de resistência e, como todo mundo já sabe, para quem pratica esse esporte superar desafios é sinônimo de aventura e motivação.

E sobre desafios o rondonense Sérgio Mokfa entende muito bem. Ele percorreu no último domingo (30) 320 quilômetros, saindo de Marechal Cândido Rondon ainda de madrugada e retornando à noite. Segundo o ciclista, o trajeto foi um desafio que propôs a si mesmo.

Casa do eletricista TRATAM. E ACESS.

Em seu trajeto, Sérgio passou por municípios da região, desfrutando de paisagens e pontos turísticos. Saí de Marechal Rondon às 02h45 da madrugada de domingo e passei pelas cidades da região, como Pato Bragado, Entre Rios do Oeste, Santa Helena, Missal, Itaipulândia até chegar em São Miguel do Iguaçu, onde comecei a ir em direção a Cascavel, passando pelas cidades de Medianeira, Matelândia, Céu Azul e Santa Tereza. De Cascavel retornei a Marechal Rondon, chegando às 23 horas, conta.

Porém, como o trajeto era longo o genro de Sergio o acompanhou no percurso. Meu genro me acompanhou de moto, levando casaco, roupas, baterias reservas para o farol, mas não pedalou, informa.

O rondonense já pratica a modalidade de mountain bike há mais de dez anos, e hoje, com 41 anos, continua com muita disposição e força de vontade para encarar as aventuras que o esporte proporciona.

No início, Sergio praticava o ciclismo apenas como forma de lazer, porém, com o tempo encontrou novos fatores que tornaram a prática ainda mais atrativa. Comecei por esporte e lazer, mas com o tempo passei a gostar da bike, e como trabalho em ambiente fechado, esse foi o meio que encontrei de praticar um esporte durante o meu lazer, e ainda poder conhecer e aproveitar a natureza, revela.

O trajeto de mountain bike realizado pelo rondonense no domingo é, por enquanto, o maior já registrado na região, visto que não se tem conhecimento de outro ciclista que tenha feito um percurso tão extenso em um único dia.

Além de trajetos como este, o rondonense já participou de excursões tanto no Paraná como em outros Estados e também no Paraguai. Em Marechal Rondon, Sergio participa do grupo de ciclistas Amigos do Pedal, que reúne cerca de 50 participantes de toda região e até mesmo do Paraguai.

 

Disposição

Para qualquer esporte que se deseja praticar, o mínimo necessário é que se tenha disposição. O ciclismo, por sua vez, também requer foco e força de vontade. É importante que quem tenha interesse em começar esse esporte não desista logo que aparecerem as primeiras dificuldades. A pessoa precisa ter disposição e força de vontade, além de um bom equipamento. Então o ideal é ter uma bicicleta razoável, começar a fazer algumas trilhas no interior e, claro, sempre utilizar equipamentos de segurança como capacete e /luvas, para casos de queda, orienta o rondonense.

Ele ainda diz que é essencial para a boa prática do esporte começar respeitando os limites individuais de cada um e, conforme for ganhando resistência e se habituando aos percursos, aumentar o trajeto percorrido. Eu, por exemplo, comecei praticando toda semana para ganhar resistência física e, atualmente, faço dois pedais curtos durante a semana e um longo nos fins de semana, conta.

 

Arquivo pessoal

Além da prática do esporte, o moutain bike oferece ao ciclista a oportunidade de desfrutar de paisagens e pontos turísticos durante o percurso

Arquivo pessoal
TOPO