Ecoville – Maior rede de limpeza
Esportes

Coritiba FC estuda fazer jogo de despedida de Alex na Turquia

ALBARI ROSA/Gazeta do Povo

Palmeiras confirmou homenagem a Alex em São Paulo , enquanto que o Coritiba estuda jogar na Turquia

O adeus festivo de Alex do clube que o revelou está sendo planejado para acontecer longe da torcida coxa-branca. Com a confirmação feita nesta ontem (09) de que o Palmeiras irá organizar uma despedida para o meia no próximo dia 28, no Allianz Parque, em São Paulo, a diretoria paranaense confirmou o seu projeto para homenagear o craque: um amistoso entre o Coritiba e o Fenerbahçe, na Turquia.

O projeto coxa-branca para homenagear o seu Menino de Ouro começou ainda no ano passado, após a eleição da chapa de oposição para o comando do clube. Alex fez seu último jogo profissional no dia 8 de dezembro, contra o Bahia, pelo Brasileiro de 2014. Insatisfeito com a administração do Coritiba, já em abril ele havia antecipado o anúncio da sua retirada dos gramados.

Casa do eletricista TRATAM. E ACESS.

A intenção do clube é aproveitar a popularidade de Alex na Turquia, onde atuou por oito anos e se tornou um ídolo nacional, e também promover o Coritiba na Europa. Para isso, o Coxa decidiu abrir uma ponte entre o Brasil e o país turco, por intermédio do Ministério do Esporte.

O Alex nos autorizou a negociar esse jogo. Eu mesmo estive em Brasília para tratar desse assunto ainda no ano passado. Por causa da troca do ministro, houve uma interrupção nas conversas, que já foram retomadas. Começamos do zero, mas recebemos há alguns dias a confirmação do envio do nosso ofício à Turquia, explicou o vice-presidente do Coxa, André Luiz Macias.

A intenção é fazer algo grandioso. Da grandeza do Alex. Iniciar uma parceria com o Fenerbahçe e abrir portas para o Coritiba na Europa, acrescentou o dirigente.

Durante a campanha eleitoral para o comando do Coxa, Macias foi um dos opositores que pediu para o jogador rever sua decisão de abandonar o esporte. Ele chegou a sugerir que a torcida acampasse em frente à casa do atleta para demovê-lo da aposentadoria.

Essa medida foi adotada pelos turcos quando Alex anunciou a saída do Fener e deixou o país em uma inédita e emocionante despedida.

Alex nunca se empolgou com a possibilidade de um jogo festivo no Couto Pereira. Um dos termômetros para balizar a sua intenção foi o seu próprio retorno ao Alto da Glória.

Nas estimativas do clube, cerca de 10 mil pessoas apesar de alguns veículos contabilizarem cinco mil estiveram no estádio para recepcionar o jogador. Pouco para o maior ídolo recente e um dos principais nomes das histórias alviverde.

Ele voltou para casa, apesar de ter ser cobiçado por Cruzeiro e Palmeiras, clubes onde também se consagrou. E foi exatamente o clube paulista que se antecipou para prestar homenagem ao hoje ex-jogador, organizando um amistoso no fim deste mês entre os Amigos do Alex e representantes do time campeão da Libertadores de 1999.

Zico comandará Alex em despedida

A torcida alviverde ganhará um presente de Alex no próximo dia 28 de março. Mas é a torcida do Alviverde paulista.

Em campo, no novo Allianz Parque, haverá o reencontro com representantes do Palmeiras campeão da Libertadores de 1999 e os amigos do ex-meia, um dos ídolos do Porco.

O time de Alex será dirigido por outra legenda do futebol nacional, Zico. O outro treinador não foi anunciado, já que Luiz Felipe Scolari, comandante na campanha do título continental, não teria agenda disponível por causa do trabalho no Grêmio.

Atletas como o lateral-direito paraguaio Arce, companheiro de Alex no Palmeiras, e o atacante colombiano Aristizábal com quem foi campeão da tríplice coroa pelo Cruzeiro em 2003 estão confirmados no evento.

Alex marcou época no Porco, onde teve três passagens. Ele foi um dos grandes nomes de um time que conquistou a Copa do Brasil e a Copa Mercosul em 1998, a Libertadores em 1999 e o Torneio Rio-São Paulo em 2000. Foram, ao todo, 241 jogos com a camisa do Palmeiras, com 78 gols e 56 assistências.

O jogo de despedida do atleta foi confirmado ontem (09) pelo advogado do time paulista, Guilherme Lipi, um dos responsáveis pelos contratos envolvendo o evento. Entre eles está a negociação com os canais ESPN e SporTV para transmissão da partida

TOPO