Ecoville – Maior rede de limpeza
Esportes

Futuro promissor: rondonenses sonham brilhar no futsal profissional

 

Jean Zeni

Atletas a Copagril/Sempre Vida/Sicredi/Secretaria de Esportes/Sub-17 faturaram título de campeão

 

O primeiro contato com a bola de futebol para algumas pessoas se transformou em um momento mágico. Depois de dar os primeiros passos com treinamentos nas escolinhas de futebol e futsal, alguns atletas das categorias de base passaram a alimentar o desejo de se tornarem jogadores profissionais, mas diferentemente do que a maioria segue, este grupo de rondonenses almeja o futsal como carreira.

Sem conhecer limites para o tamanho de seus objetivos, os atletas da equipe sub-17 da Copagril/Sempre Vida/Sicredi/Secretaria de Esportes se dedica ao extremo para atingir o que pretende. A grande maioria desses jovens jogadores, de Marechal Cândido Rondon e de outras cidades da região, ingressou muito cedo na modalidade, nas chamadas categorias de base, e tem colhido bom rendimento devido ao comprometimento.

Casa do eletricista TRATAM. E ACESS.

Um dos casos é o do goleiro rondonense Matheus Henrique da Cruz (Obina), hoje com 18 anos e que iniciou no futebol há mais de dez anos no time da Associação Atlética Cultural Copagril (AACC). Com dois anos de treinamentos, Obina decidiu mudar de visão e ingressar no futsal. Na modalidade ele foi preparado pela equipe do Colégio Cristo Rei até compor o time sub-13 da Copagril. Ano passado foi vice-campeão municipal de futsal e neste ano foi campeão com a equipe sub-17.

Em 2015, Obina fez testes no Internacional, uma vez que jogava no time da AACC que foi campeão do municipal de futebol amador, pela modalidade de futebol de campo. Segundo ele, o sonho de ser jogador profissional existe desde criança, recebendo grande incentivo de seus familiares e amigos. Obina tem o goleiro Tiago, do Sorocaba, como referência no futsal. Os primeiros frutos estão sendo colhidos, a considerar que desde o segundo semestre da temporada 2014 o goleiro treina com a equipe oficial da Copagril que disputa o Campeonato Paranaense Série Ouro e a Liga Nacional de Futsal (LNF), tendo participado dos Jogos Abertos (JAPs) e de um confronto válido pela Série Ouro.

Outro caso entre os vários atletas do time sub-17 com futuro promissor no futsal é o pivô rondonense João Perachi, de 17 anos. Ele sempre jogou futsal, tendo iniciado seus treinamentos na equipe do Colégio Rui Barbosa quando tinha apenas seis anos, chegando a treinar no projeto Falcão 12. Ele cita ser muito importante ter foco, dedicação e disciplina para seguir adiante com o seu objetivo.

Perachi ingressou na equipe sub-17 da Copagril no ano passado e, conforme ele, o sonho de se tornar jogador profissional de futsal existe porque toda sua família joga futebol. A ideia é própria, mas recebo incentivo dos meus pais e tios, diz. O atleta participou de várias disputas, como o Brasileiro de 2008, quando sua equipe sagrou-se campeã, além de Jogos Escolares. Sua referência no futebol é Neymar, jogador do qual tenta imitar alguns dribles, enquanto no futsal Perachi procura seguir os exemplos do jogador Biel.

Treinamentos

Os treinamentos da equipe sub-17 são conduzidos por Marcos Vila (Gauchinho), o qual cita que alguns atletas e ex-atletas começam a dar os primeiros passos em equipes profissionais devido ao comprometimento e esforço. Obina e Wesley treinam com a equipe oficial da Copagril, enquanto Augusto e Rafa jogam pelo Pato Branco, Bobi no Irati e Gabriel no time de Dois Vizinhos. Pato Branco e Irati competem na Série Prata, enquanto Copagril e Dois Vizinhos disputam a Série Ouro.

Gauchinho salienta que o projeto existe há cinco anos, sendo desenvolvido pela Copagril com o objetivo de representar Marechal Cândido Rondon em inúmeras competições. Pela dedicação e pelos bons resultados, boa parte dos atletas almeja seguir carreira profissional no futsal. A gente salienta que mesmo tendo uma equipe profissional existe um abismo grande até seguir carreira no futsal. Os treinamentos são terças, quintas, sextas-feiras e sábados, menciona.

O time representa o município no Campeonato Paranaense de Futsal, Jogos da Juventude, Copa Kids, da qual já foi campeão, do municipal adulto com atletas sub-16 e sub-17, igualmente campeão. Também compete na Copa Marechal, na qual a equipe está na fase semifinal, ressalta, acrescentando que todo ano é realizada seletiva para oportunizar preparação a atletas de toda região, sempre primando por qualidade e não por quantidade.

 

Troféu

Depois do vice-campeonato em 2015, os jovens da equipe sub-17 faturaram o título de campeão no municipal de futsal. Os meninos da AACC venceram por 4 a 3 o time Sicredi Aliança PR/SP. O 3º lugar ficou com Gambá Armações/Zaparolli Corretora/Lorenzi Engenharia. O artilheiro do certame foi Maicon Schaeffer, da Gambá Armações, que marcou 15 gols, enquanto a Copagril sub-17 e Sicredi Aliança PR/SP dividiram o prêmio de melhor defesa, uma vez que cada uma das equipes sofreu 33 gols em 11 jogos.

 

Divulgação

O goleiro Obina já disputou partidas pelo Campeonato Paranaense Série Ouro e Liga Nacional de Futsal

Joni Lang/OP

O pivô Perachi formou o time campeão do Brasileirinho em 2008 e já competiu em várias fases dos Jogos Escolares

 

TOPO