Geral

Beto Richa libera R$ 935 mil para municípios atingidos pelas chuvas

O governador Beto Richa autorizou ontem (10) o repasse de mais R$ 935 mil a fundo perdido para 70 municípios em estado de emergência por causa das chuvas intensas de junho. Os recursos serão repassados diretamente para os municípios. A previsão é que o dinheiro esteja disponível até o final da próxima semana. 

Na semana passada Richa autorizou R$ 487 mil para aquisição de cestas básicas para as vítimas de enchentes. Esse recurso irá atender as necessidades da Coordenadoria Estadual de Defesa Civil para o atendimento às famílias. 

Casa do Eletricista – NÃO PAGUE AR

A liberação dos R$ 935 mil pelo governador é uma resposta à solicitação dos prefeitos feita na última segunda-feira (08), quando estiveram em Curitiba para tratar, com a Coordenadoria Estadual de Defesa Civil, de aspectos técnicos dos diagnósticos a serem enviados ao Governo Federal para obtenção de recursos para a reconstrução. 

Na ocasião, os prefeitos solicitaram apoio do Governo do Estado para solucionar problemas emergenciais, como reconstrução de estradas rurais. “Nós estamos respondendo a esse pedido dos prefeitos e liberando dinheiro para o atendimento emergencial nas cidades mais atingidas pelas chuvas e inundações”, afirmou o governador. 

O coordenador estadual de Defesa Civil e chefe da Casa Militar do Paraná, coronel Adilson Castilho Casitas, afirmou o valor liberado pelo governador para atender a situação emergencial, complementa a ajuda humanitária que o Governo do Estado tem dado aos municípios. “O governo está repassando alimentos, cobertores, roupas de cama, mesa e banho para as famílias”, afirmou ele. 

O valor que cada município receberá varia entre R$ 7,7 mil a R$ 22 mil, dependendo do dano apresentado pelas prefeituras. Ao todo 70 cidades – das 81 que declararam estado de emergência – receberão o dinheiro, pois possuem estradas rurais danificadas. O volume de recursos para cada cidade é de acordo com a necessidade apresentada pelos prefeitos. 

“É uma medida de caráter social. Essas estradas dão acesso ao atendimento à saúde, às escolas, garantem o escoamento da produção. Danificadas, elas afetam gravemente a economia dos municípios”, ressaltou o coronel Casitas. “O governador dá uma boa resposta e demonstra que está preocupado com a situação dos paranaenses afetados pelas chuvas”, afirmou. 

Municípios que receberão os recursos emergenciais: 

Ampére – R$ 12.100 mil 
Barbosa Ferraz – R$ 12.100 mil 
Bituruna – R$ 12.100 mil 
Bom Jesus do Sul – R$ 12.100 mil 
Boa Esperança do Iguaçu – R$ 15. 400 mil 
Brasilândia do Sul – R$ 12.100 mil 
Cantagalo – R$ 22.000 mil 
Campo Largo – R$ 12.100 mil 
Cafezal do Sul – R$ 12.100 mil 
Campina da Lagoa – R$ 12.100 mil 
Chopinzinho – R$ 15.400 mil 
Colorado – R$ 15.400 mil 
Carambeí – R$ 15.400 mil 
Dois Vizinhos – R$ 15.400 mil 
Doutor Camargo – R$ 12.100 mil 
Douradina – R$ 7.700 mil 
Engenheiro Beltrão – R$ 12.100 mil 
Foz do Iguaçu – R$ 7.700 mil 
Francisco Alves – R$ 15.400 mil 
Floresta – R$ 7.700 mil 
Godoy Moreira – R$ 12.100 mil 
Guaporema – R$ 12.100 mil 
Guaraniaçu – R$ 18.700 mil 
Guarapuava – R$ 15.400 mil 
Grandes Rios – R$ 12.100 mil 
Ipiranga – R$ 12.100 mil 
Iporã – R$ 15.400 mil 
Imbituva – R$ 12.100 mil 
Indianópolis – R$ 12.100 mil 
Ivaté – R$ 7.700 mil 
Itapejara do Oeste – R$ 12.100 mil 
Laranjeiras do Sul – R$ 15.400 mil 
Manoel Ribas – R$ 7.700 mil 
Marquinho – R$ 12.100 mil 
Maria Helena – R$ 15.400 mil 
Mirador – R$ 7.700 mil 
Nova Laranjeiras – R$ 15.400 mil 
Ortigueira – R$ 22.000 mil 
Paraíso do Norte – R$ 12.100 mil 
Pitanga – R$ 15.400 mil 
Piraí do Sul – R$ 15.400 mil 
Porto Amazonas – R$ 12.100 mil 
Pranchita – R$ 12.100 mil 
Planaltina do Paraná – R$ 7.700 mil 
Prudentópolis – R$ 12.100 mil 
Querência do Norte – R$ 15.400 mil 
Realeza – R$ 12.100 mil 
Rebouças – R$ 22.000 mil 
Reserva – R$ 15.400 mil 
Rio Azul – R$ 12.100 mil 
Rio Bonito do Iguaçu – R$ 18.700 mil 
Rio Branco do Ivaí – R$ 15.400 mil 
Rio Negro – R$ 12.100 mil 
Santa Mônica – R$ 7.700 mil 
Santa Cruz de Monte Castelo – R$ 15.400 mil 
São João – R$ 12.100 mil 
São Jorge do Oeste – R$ 15.400 mil 
São Jorge do Patrocínio – R$ 12.100 mil 
São Jorge do Ivaí – R$ 7.700 mil 
São João do Ivaí – R$ 15.400 mil 
Santo Antônio do Sudoeste – R$ 15.400 mil 
Santa Isabel do Ivaí – R$ 12.100 mil 
Santa Tereza do Oeste – R$ 12.100 mil 
Sulina – R$ 12.100 mil 
Saudade do Iguaçu – R$ 15.400 mil 
Tibagi – R$ 22.000 mil 
Teixeira Soares – R$ 18.700 mil 
União da Vitória – R$ 7.700 mil 
Vera Cruz do Oeste – R$ 12.100 mil 
Xambrê – R$ 15.400 mil

TOPO