Copagril
Geral

Palagano disputa uma vaga na Câmara dos Deputados

Rondonense Luciano Palagano, candidato a deputado federal do Psol: A população está ansiosa por renovação. Há pessoas que estão no Congresso e Assembleia que fazem verdadeiras carreiras políticas há décadas (Foto: Maria Cristina Kunzler)

O Partido Socialismo e Liberdade (Psol) est aacute; trabalhando na campanha eleitoral para eleger ao menos um candidato para a Assembleia Legislativa do Paran aacute; e ampliar o n uacute;mero de representantes no Congresso Nacional, que atualmente est aacute; em tr ecirc;s. Para isso, a sigla tem entre os seus candidatos a deputado federal Luciano Palagano, de Marechal C acirc;ndido Rondon.
De acordo com o rondonense, o partido est aacute; crescendo de forma significativa nos uacute;ltimos dois anos, quando se estruturou em pelo menos mais 20 munic iacute;pios no Paran aacute;. ldquo;O partido vem crescendo bastante e devido a isso montamos a estrat eacute;gia para ampliar a bancada no Congresso e eleger ao menos um deputado estadual rdquo;, refor ccedil;a.
Palagano tem na experi ecirc;ncia pol iacute;tica a elei ccedil; atilde;o municipal de 2008, quando foi candidato a vereador e coordenou a campanha do Psol no munic iacute;pio. ldquo;Como eacute; uma campanha sem recursos por op ccedil; atilde;o, pois eacute; bancada pelos militantes e simpatizantes, trabalhamos no nosso limite rdquo;, afirma, explicando: ldquo;Existe uma resolu ccedil; atilde;o interna do partido que pro iacute;be que os candidatos recebam doa ccedil; otilde;es de pessoas jur iacute;dicas, grandes empresas ou pequenos empres aacute;rios envolvidos em contenciosos ambientais ou trabalhistas rdquo;, revela.
A campanha do rondonense iniciou esta semana e deve ser intensificada com a entrega de material. ldquo;No per iacute;odo em que estamos entregando material a recep ccedil; atilde;o vem sendo boa. A popula ccedil; atilde;o est aacute; ansiosa por renova ccedil; atilde;o. H aacute; pessoas que est atilde;o no Congresso e Assembleia que fazem verdadeiras carreiras pol iacute;ticas h aacute; d eacute;cadas. Existe uma acirc;nsia pela renova ccedil; atilde;o e a popula ccedil; atilde;o brasileira est aacute; come ccedil;ando agora a acordar mais para o regime democr aacute;tico. Tanto que uma das propostas que o partido vem apresentando eacute; o fim da reelei ccedil; atilde;o, em todos os n iacute;veis, de vereadores a presidente da Rep uacute;blica. O objetivo eacute; que a renova ccedil; atilde;o seja constante rdquo;, declara.

Bandeiras
Uma das principais bandeiras, que come ccedil;ou nos movimentos sociais e o Psol abarcou para si, eacute; a limita ccedil; atilde;o do tamanho das propriedades rurais, menciona o candidato. ldquo;O Brasil eacute; o segundo pa iacute;s em desigualdade na distribui ccedil; atilde;o da terra. A proposta eacute; que as propriedades sejam limitadas a 35 m oacute;dulos. Os pr oacute;prios Estados Unidos limitam o tamanho de suas propriedades rdquo;, aponta.
Outra proposta eacute; o apoio agrave; agroecologia e restringir o apoio do agroneg oacute;cio ldquo;destruidor do meio ambiente rdquo;. ldquo;O Psol tamb eacute;m defende a reforma urbana, que est aacute; vinculada agrave; reforma agr aacute;ria rdquo;, cita.
No Congresso, se eleito, salienta Palagano, a inten ccedil; atilde;o eacute; trabalhar a reforma pol iacute;tica e a reforma tribut aacute;ria, n atilde;o no sentido apenas de cortar impostos, mas tamb eacute;m fazer uma fiscaliza ccedil; atilde;o para que os impostos realmente sejam investidos em prol dos brasileiros.

Casa do Eletricista folha LORENZETTI

C oacute;digo Florestal
De acordo com o rondonense, a agremia ccedil; atilde;o pol iacute;tica tamb eacute;m defende o C oacute;digo Florestal. Para ele, h aacute; um entendimento errado sobre o projeto, por falta de informa ccedil; otilde;es. ldquo;Dizem que o C oacute;digo Florestal poderia prejudicar os agricultores, quando na verdade eacute; ao contr aacute;rio. O projeto prev ecirc; a destina ccedil; atilde;o de 20% da aacute;rea para a Reserva Legal. Quem tem dez alqueires vai somar dois alqueires de reserva, ou oito alqueires para planta ccedil; atilde;o. Quem ser aacute; prejudicado eacute; o latifundi aacute;rio, porque quem tem mil hectares precisar aacute; destinar 200 para a Reserva. Este sim ter aacute; um grande preju iacute;zo rdquo;, analisa. ldquo;O nosso entender eacute; que como s atilde;o poucos latifundi aacute;rios no pa iacute;s, est aacute; ocorrendo a constru ccedil; atilde;o de meias verdades em cima da quest atilde;o para mobilizar a grande maioria dos pequenos produtores contra o C oacute;digo, que viria na verdade facilitar a vida destes rdquo;, emenda.

Educa ccedil; atilde;o
Na aacute;rea de educa ccedil; atilde;o, conforme Palagano, a bandeira eacute; o incentivo ao setor e que os Estados realmente cumpram com seu papel constitucional. ldquo; Eacute; fun ccedil; atilde;o do munic iacute;pio o Ensino Fundamental, que se entende at eacute; o Ensino M eacute;dio, e eacute; fun ccedil; atilde;o da Uni atilde;o o Ensino Superior. O Estado n atilde;o tem que arcar com a educa ccedil; atilde;o, n atilde;o est aacute; na Constitui ccedil; atilde;o. As unidades federativas t ecirc;m outras fun ccedil; otilde;es. Mas depois da promulga ccedil; atilde;o da Constitui ccedil; atilde;o, a Uni atilde;o n atilde;o fez o seu papel e como os munic iacute;pios tamb eacute;m n atilde;o fizeram, os Estados acabaram assumindo este compromisso. Exemplo disso eacute; a Unioeste, em que o movimento n atilde;o era para a estadualiza ccedil; atilde;o, mas sim pela federaliza ccedil; atilde;o da Universidade rdquo;, conclui.

TOPO