Fale com a gente

Marechal “Empreenda novos hábitos”

Cojem participa de plantio de árvores para compensação de carbono gerado nos Jojeps 2021

Publicado

em

Membros do Cojem Marechal que participaram da ação em Campo Mourão, no último fim de semana (Foto: Divulgação)

O Conselho do Jovem Empreendedor de Marechal Cândido Rondon (Cojem), vinculado à Associação Comercial (Acimacar), participou, no último sábado (18), de um plantio simbólico de árvores no campus da Universidade Tecnológica Federal do Paraná (UTFPR), em Campo Mourão. A ação foi realizada em alusão ao feito conquistado na edição de 2021 dos Jogos dos Jovens Empreendedores do Paraná (Jojeps), promovida pela Faciap Jovem, para compensação total das emissões de carbono geradas pelos participantes.

De forma inédita, a edição 2021 da competição estadual foi realizada sob a temática “Empreenda novos hábitos”. A iniciativa contou com a parceria da empresa Ecoalternativa, que propôs a compensação total de CO2 gerada durante competição, a qual estimula e incentiva seus participantes a adotarem hábitos mais saudáveis para melhorar sua qualidade de vida. No programa, os participantes realizam atividades físicas, são motivados a alcançar uma meta pessoal relacionada ao seu corpo ou condicionamento físico e ainda ajudam a sua equipe a definir e alcançar um objetivo.

Na última edição, as emissões ultrapassaram cinco toneladas e para compensar o CH4 lançado no ar serão plantadas 150 mudas de árvores nativas.

O presidente da Faciap Jovem, Mairus Gruber, comentou sobre a iniciativa do grupo, que atrelou as ações esportivas com uma ação ambiental. “Essas ações são importantes e nós estamos plantando três vezes mais do que produzimos. Sabemos que precisamos ser exemplo para os jovens empreendedores e lideranças do Estado e é importante nós passarmos essa inspiração para toda a classe empresarial e gerar esse impacto positivo na nossa sociedade”, destaca.

As árvores seguirão agora sendo monitoradas pela Ecoalternativa – Consultoria Ambiental e professores da UTFPR localizada na cidade. O restante do plantio das árvores será feito em uma área de preservação ambiental próxima a Campo Mourão.

“Para a compensação total de carbono gerado durante a ação do Jojeps 2021 seria necessário o plantio de cerca de 40 árvores, porém, a Faciap Jovem se dispôs a plantar 150 novas árvores, ajudando a reconstruir áreas que precisam ser reflorestadas. Não estamos falando apenas da compensação de carbono em si, mas de uma nova área reflorestada”, enalteceu a consultora ambiental Márcia Raiser.

O professor e curador de Herbário da UTFPR, Marcelo Galeazzi Caxambu, explicou que o projeto será acompanhado e documentado para que seja possível analisar ao longo dos anos o impacto que o reflorestamento trará para a fauna e flora da região de Campo Mourão.

 

 

Com assessoria

Clique aqui e participe do nosso grupo no WhatsApp

Continue Lendo

Facebook