Marechal Às 20h30

Colégio Martin Luther promove neste sábado a 21ª Noite de Luzes

Coordenadora do Colégio Evangélico Martin Luther, Liane Schwingel: “O sucesso do evento se deve ao trabalho de muitas pessoas, sejam aquelas que ficam nos bastidores, à frente dos alunos, cuidando da segurança, ou os próprios estudantes e aquelas que prestigiam. Todas têm importância ímpar para essa festividade” (Foto: O Presente)

O Colégio Evangélico Martin Luther, de Marechal Cândido Rondon, promove amanhã (07) à noite, em frente ao prédio da instituição, na Rua Sergipe, ao lado da Praça Willy Barth, a 21ª “Noite de Luzes”. O evento, que faz parte do calendário oficial do município desde 2017, deve reunir, mais uma vez, milhares de pessoas.

 

PROGRAMAÇÃO

Casa do Eletricista – Clorador Agosto

Com cerca de 600 pessoas envolvidas na organização, a Noite de Luzes inicia oficialmente às 20h30, contudo, a partir das 19h45 o público será agraciado com apresentação da Orquestra de Sopros.

“O envolvimento do público espectador com o evento inicia pelas seis horas da manhã. Quando começamos preparar a decoração do local, já tem famílias trazendo suas cadeiras em frente ao colégio e as posicionando no melhor ângulo possível para poder assistir à apresentação à noite”, comenta a coordenadora do Martin Luther, Liane Schwingel. “Antes mesmo do meio-dia há centenas de cadeiras já posicionadas na Rua Sergipe, que (no quadrante do colégio) fica fechada nesse dia em virtude do evento”, emenda.

Segundo ela, os ensaios com as turmas estão acontecendo desde setembro. “Em outubro aumenta o foco para que os alunos estejam de fato preparados para o evento”, menciona, acrescentando que o repertório da noite é composto por músicas natalinas.

 

TEMA

Neste ano, a Noite de Luzes terá como tema “Tempo de Natal”. “Quando falamos de tempo, nós resgatamos as maravilhas que podem ser feitas com o bom aproveitamento dele, assim como o quanto se perde dele com a má organização, mau planejamento ou simplesmente pela correria do dia a dia”, pontua a coordenadora.

Ela conta que o objetivo da temática é explorar o que o tempo de Natal representa para as pessoas, desde idosos a crianças, e de que maneira este período se faz presente atualmente.

“A noite será um misto de emoções, com a participação especial do Coro Canta Marechal e do balé do colégio. As apresentações serão repletas de interação entre as turmas, com momentos de cantoria no palco e nas tradicionais janelas, e a temática vai se costurando no decorrer da noite com a encenação de um teatro”, adianta.

 

ESTRELAS DA NOITE

Idealizadora da Noite de Luzes, 21 anos atrás, Liane destaca que as estrelas da noite serão as crianças, como em todas as edições do evento. “Elas são a principal parte do espetáculo. Nós envolvemos alunos do Maternal com um vídeo preparado antecipadamente e exibido na noite do evento, o Maternal II já sobe ao palco, além da Educação Infantil, Ensino Fundamental I e II e Ensino Médio”, enaltece.

Neste ano em especial, a coordenadora diz que a Noite de Luzes contará com uma apresentação do Ensino Médio. “Em outras edições, eram alguns alunos que participavam entremeio às danças e outros números, mas, neste ano, a turma completa do 1° ano e alguns alunos do terceirão estarão unidos e marcando presença”, informa.

 

SUCESSO

Liane ressalta que para que tudo dê certo no grande dia cada detalhe do evento é levado muito a sério, bem como há um grande comprometimento coletivo entre os organizadores. “O sucesso do evento se deve ao trabalho de muitas pessoas, sejam aquelas dos bastidores, à frente dos alunos, cuidando da segurança, ou dos próprios estudantes e daquelas que prestigiam. Todas têm importância ímpar para essa festividade. Ela é feita por pessoas para pessoas, e são muitas mãos envolvidas. O sentimento é de gratidão e alegria”, enfatiza.

De acordo com o diretor do Martin Luther, pastor Ildemar Kanitz, os alunos, em especial, se preparam com muito empenho e vontade. “Eles querem cantar, se apresentar e entrar com tudo no clima natalino. É uma sensação diferente, que faz muito bem para a alma, para o coração e repercute no coletivo da escola”, salienta.

Diretor Ildemar Kanitz: “Os alunos, em especial, querem cantar, se apresentar e entrar com tudo no clima natalino. É uma sensação diferente, que faz muito bem para a alma, para o coração e repercute no coletivo da escola” (Foto: O Presente)

 

RECONHECIMENTO

Depois de anos de sucesso, sendo prestigiado em “peso” pela comunidade rondonense a cada edição, em 2017 a Noite de Luzes passou a fazer parte, por lei, do calendário oficial de eventos do município, o que, segundo Kanitz, é uma honra para o Martin Luther. “É um reconhecimento maravilhoso. Percebemos que o evento ultrapassou as dimensões do colégio e passou a ser um momento comemorado e esperado pelos munícipes”, evidencia.

 

SENTIMENTO DE NATAL

Conforme destaca o diretor do Martin Luther, o tempo que antecede o Natal, assim como a data em si, é contagiante. “Festejado desde o fim de novembro, com a aproximação do tempo de advento, o colégio encontra-se repleto de símbolos e enfeites de Natal, fazendo com que todos, professores, colaboradores e alunos, entrem no clima. Inclusive, até nas disciplinas são discutidos os significados, principalmente nas aulas de ensino religioso”, amplia.

Kanitz lembra que, apesar de ser um evento religioso – e uma das festividades mais populares do Ocidente -, lamentavelmente para muitos o Natal tem ficado somente no âmbito dos presentes. “As pessoas têm enfatizado o lado material e esse não deve ser o foco. No Natal, deve-se buscar perdão e reconstrução de relações; lembrar do renascimento de Jesus a cada ano, dando sentido à vida. Devemos buscar ser instrumento de paz, felicidade e amor nesta celebração”, enaltece o pastor.

Segundo Liane, a Noite de Luzes anda por este caminho: celebrar o sentimento de Natal. “O Natal marca a todos e, nesse sentido, a Noite de Luzes busca unir crianças, famílias e colégio, toda a comunidade escolar em uma reflexão natalina”, sintetiza.

 

NATAL SOLIDÁRIO

Realizado há dez anos pelo Colégio Martin Luther, o “Natal Solidário” tem o objetivo de arrecadar brinquedos para serem destinados a famílias carentes de Marechal Rondon. “É um verdadeiro gesto de solidariedade que expressa o sentimento natalino”, frisam Liane e Kanitz.

A ação, segundo eles, é uma parceria do educandário com a Secretaria Municipal de Assistência Social, que faz o encaminhamento das doações. Neste ano, o repasse dos itens será feito na terça-feira (10), marcando o encerramento das celebrações de Natal no colégio.

“O princípio da ação é ter algo de bom para compartilhar com alguém. Não é somente desapegar por desapegar. Nós orientamos pais e alunos a separarem brinquedos em bom estado de conservação, embalados em pacotes transparentes para o pessoal do Provopar visualizar o conteúdo e direcionar o presente de acordo com a idade e assim por diante”, explica o diretor. “As famílias preenchem uma cartinha personalizada com seus votos de Natal para quem receber o presente”, comenta.

A cada edição são arrecadados em torno de 400 brinquedos. “É um gesto simples, pequeno, mas que provoca alegria imensurável tanto em quem recebe quanto em quem faz a boa ação”, enaltecem o diretor e a coordenadora do colégio.

 

O Presente

TOPO