Copagril
Marechal

Dia do Gaúcho: “Precisamos manter a tradição”, diz rondonense

Nessa quarta-feira, 20 de outubro, é comemorado o Dia do Gaúcho, a data é o ápice das comemorações da Revolução Farroupilha, período em que a Província de São Pedro, atual estado do Rio Grande do Sul, declarou guerra contra o império por causa dos altos impostos cobrados pelo charque. Quando foi selado o acordo para o fim da guerra, o dia 20 de setembro foi escolhido como Dia do Gaúcho. Muitos anos depois, saudosistas se organizaram e criaram os Centros de Tradições Gaúchas, ou CTGs, que se popularizaram e conquistaram adeptos em todo o Brasil, tornando conhecida e fortalecendo a cultura gaúcha.

Todos os anos o estado do Rio Grande do Sul comemora essa data com festividades, principalmente com desfiles nas principais avenidas, onde carros temáticos contam a história do povo gaúcho.

Casa do Eletricista folha LORENZETTI

Em Marechal Cândido Rondon, a cultura é representada há 32 anos pelo CTG Tertúlia do Paraná, que possui uma sede ampla. Atividades diversificadas são desenvolvidas, como cursos de danças, invernadas artísticas formadas por competições, bem como eventos com o objetivo de integrar os apaixonados pela tradição. Todos os anos uma programação é organizada para marcar a Semana Farroupilha. Neste ano, as atividades tiveram início no último sábado (09), e serão concluídas na sexta-feira (22).

Um dos defensores e representante da cultura gaúcha é Davi Hoffmann, que a 50 anos deixou o Rio Grande do Sul e se mudou para Marechal Cândido Rondon. Com poemas e versos ele declara seu amor pela cultura e tradição, e se preocupa com a continuidade dos movimentos culturais gaúchos no município. “Marechal Rondon é uma cidade com muitos gaúchos, sendo assim, precisamos manter a tradição para que nossos filhos e netos saibam de onde viemos e a história do nosso povo”, declara.

Curiosidades sobre a tradição Gaúcha

Gaúcho

O termo “gaúcho” gera várias teorias sobre sua origem. Uma delas é que ele pode ter vindo do quíchua (idioma ameríndio andino) ou árabe da palavra “chaucho”, que é um tipo de chicote utilizado para domar manadas. Porém, de acordo com outras definições, “gaúcho” vem do espanhol e significa “valente, nobre, generoso”.

Rodízio

A ideia de rodízio de carnes surgiu com os pampas gaúchos, mas por puro engano. Dizem que em um restaurante o garçom confundiu as carnes pedidas e para resolver a situação, o proprietário do estabelecimento pediu para que todas as carnes passassem em todas as mesas, evitando confusão. Podemos dizer que esse sim foi um “acidente” feliz.

Chimarrão

A erva-mate, do que é feito o chimarrão, é nativa da América do Sul, principalmente na região do Rio Grande do Sul, o que favoreceu para que a bebida seja a mais típica no estado, além de ser comum no Paraná, Santa Catarina, Argentina, Uruguai, Paraguai e parte da Bolívia e do Chile. A bebida é servida em uma cuia com bomba, mate moída e água morna, ou leite para alguns.

Litoral

Uma curiosidade muito legal sobre o litoral gaúcho é que ele possui a maior extensão de areia contínua do mundo: são 224 km de costa, na Praia do Cassino. Apesar disso, as praias não são pontos fortes, já que o estado é o mais frio do Brasil.

Turismo

A cidade com maior índice turístico do Rio Grande do Sul é Gramado, que recebe gente de todo o país curiosas por suas principais atrações: Mini Mundo, Museu do Chocolate, Mundo Knorr, Natal Luz (que acontece na época que leva no nome) e o Festival de Cinema de Gramado.

TOPO