Marechal Conscientização

Feirão do Imposto acontece sábado em Marechal Rondon

(Foto: Divulgação)

Acontece sábado (28) o dia “D” do Feirão do Imposto em Marechal Cândido Rondon, campanha de nível nacional que visa proporcionar ações de conscientização, capacitação e impacto social acerca do sistema tributário brasileiro. “Os objetivos principais da campanha são divulgar informações acerca do nosso sistema tributário, identificar seus problemas, bem como traçar ações que possibilitem sua melhoria, buscando integração e parceria com a sociedade civil organizada”, explica o coordenador estadual do Feirão do Imposto da Federação da Associações Comerciais e Empresariais do Estado do Paraná (Faciap) Jovem, Caio Alexandre Guimarães García.

A campanha foi iniciada em 2002 e chega, neste ano, à 20ª edição. O Feirão proporciona ações de conscientização durante todo o mês de maio. “Está tudo caminhando para ser o maior da história. Esperamos que os 20 anos de Feirão conscientizem mais a população, pois nossos impostos devem ser sempre muito bem realocados”, enaltece o coordenador municipal do Feirão do Imposto do Conselho do Jovem Empreendedor (Cojem), Gustavo Hepp.

[ Publicidade ]
Casa do Eletricista ESCAVAÇÃO 2022

Coordenador estadual do Feirão do Imposto da Faciap Jovem, Caio García: “As empresas apoiadoras aceitam vestir a camisa do Feirão do Imposto, porque sentem na pele as dificuldades que a alta e complexa carga tributária causam” (Foto: Divulgação)

 

Ações de impacto

[ Publicidade ]
Nied – Junho J

Os coordenadores destacam que as ações de impacto, como a venda de produtos sem incidência tributária, têm adesão das empresas do comércio, especialmente lanchonetes e postos, mas estão abertas a toda e qualquer empresa que queira participar. “Interessados devem entrar em contato com o Cojem”, expõe Hepp.

O rondonense ressalta que diversos produtos serão contemplados com a venda sem incidência tributária, sendo que a lista completa será divulgada pelo Cojem ainda nesta semana. “Costumamos ter bastante adesão de lanchonetes para venda de lanches, cerveja e chope. Também estamos tentando viabilizar a venda de combustível, vestuário e outros produtos que tenham alta carga tributária”, menciona, acrescentando que o próprio empresário arca com o imposto que é descontado dos preços dos produtos selecionados.

Coordenador municipal do Feirão do Imposto do Cojem, Gustavo Hepp: “Costumamos ter bastante adesão de lanchonetes para venda de lanches, cerveja e chope. Também estamos tentando viabilizar a venda de combustível, vestuário e outros produtos que tenham alta carga tributária” (Foto: Divulgação)

 

Conscientização

García, por vez, diz que a ação envolve desde empresários a consumidores em prol da conscientização sobre o assunto. “As empresas apoiadoras aceitam vestir a camisa do Feirão do Imposto, porque sentem na pele as dificuldades que a alta e complexa carga tributária causam. Abrem mão de valores, pois entendem que somente pela conscientização popular teremos medidas que visem simplificar e reduzir nossa carga tributária”, considera.

Hepp reforça que a conscientização é o melhor caminho para gerar impacto na sociedade. “Por isso jovens empresários de todo país se organizam para realizar o 20° Feirão do Imposto. Participe você também, entre em contato com os coordenadores municipais”, conclui.

 

O Presente

Clique aqui e participe do nosso grupo no WhatsApp

TOPO