Paraná

Estado do Paraná contrata professores temporários

Hederson Alves

Estão abertas desde hoje (01) e até o próximo dia 16 as inscrições para contratação de professores temporários por Processo Seletivo Simplificado (PSS). A Secretaria de Estado da Educação informa que não há um número exato de cargos a serem preenchidos. As contratações serão feitas conforme a necessidade de cada região, considerando o cenário de greve da categoria. Não há taxa de inscrição.

Serão selecionados profissionais para exercer as funções de professor, professor pedagogo e tradutor e intérprete de Língua Brasileira de Sinais.

As contratações serão válidas para este ano, em toda a rede estadual de ensino do Paraná.

Casa do Eletricista – RETOMA

Podem participar candidatos com no mínimo 18 anos completos e no máximo 69 anos de idade.

CLASSIFICAÇÃO

A publicação da classificação provisória será feita no dia 24 de junho. Já o prazo para recursos será nos dias 25 e 26 de junho. Após essa data será publicada a classificação final.

CADASTRO E RESERVA

A chefe de Recursos Humanos da Secretaria da Educação, Graziele Andriola, explica que a nova seleção formará cadastro de reserva. Por enquanto, ainda há remanescentes do processo seletivo anterior. Antes de chamar os PSS deste novo edital, esgotaremos todas as listas do processo seletivo anterior, por disciplina e por municípios, disse Graziele.

MAIS CONTRATAÇÕES

Esta é mais uma das ações na área da educação anunciadas pelo governo estadual neste ano, além das contratações de novos docentes e da quitação de pagamentos pendentes.

A última contratação de professores temporários foi feita no dia 02 de fevereiro. Naquela data, o governador Beto Richa autorizou a contratação de cerca de 10 mil professores por PSS. A seleção dos profissionais já havia sido feita previamente no fim do ano passado.

Dos 36 mil profissionais temporários contratados pelo Governo do Estado, 28 mil são professores.

REGIME ESPECIAL

O Processo Seletivo Simplificado é destinado a selecionar profissionais para trabalharem na rede pública estadual de ensino e rede conveniada. Os profissionais atendem a necessidade temporária de excepcional interesse público, suprindo as aulas ou vagas existentes em todo o Paraná, mediante Contrato em Regime Especial, regulamentado pela Lei Complementar n.º 108/2005, Decreto Estadual n.º 4512/2009, Decreto Estadual n.º 7116/2013 e legislações correlatas.

Fica reservado à Secretaria de Estado da Educação o direito de proceder às contratações em número que atenda ao interesse e às necessidades do serviço, obedecendo rigorosamente à ordem de classificação final, dentro dos prazos previstos em edital.

FAÇA SUA INSCRIÇÃO

O cadastro e as inscrições serão realizados no endereço eletrônico www.pss.pr.gov.br . Confira aqui o edital completo.

EVOLUÇÃO PARA A CATEGORIA

Os professores da rede pública paranaense, recebem remuneração média de R$ 4,7 mil, sendo R$ 4 mil de salário médio, mais auxílio-transporte. Nos últimos quatro anos, a categoria obteve 60% de elevação salarial acumulada. Nesse período, foram 26% de equiparação com os demais técnicos de nível superior do Poder Executivo, mais as datas-bases, o que totaliza os 60% de aumento.

Incluído o auxílio-transporte, o Paraná tem uma das melhores remunerações do País também já no início da carreira do educador. Para as 40 horas semanais, os professores recebem R$ 2.473,22 de salário mais R$ 721,48 de auxílio-transporte, totalizando uma remuneração mensal de R$ 3.194,70.

O piso nacional para as mesmas 40 horas semanais é de R$ 1.917,78, enquanto a média salarial nacional para professores em início de carreira é de R$ 2.363,38.

CONTRATAÇÕES

A categoria não teve apenas avanços salariais. Somente neste ano, foram contratados 5.981 novos professores ingressaram na rede estadual. Além disso, a hora-atividade (tempo reservado ao docente para preparar aulas, atividades em geral e corrigir provas e trabalhos) foi ampliada em 75%.

TOPO