Copagril
Paraná

Falta de professores coloca em risco início do ano letivo

O início das aulas na data prevista – na segunda-feira (09) – está ameaçado em toda a rede estadual de ensino do Paraná. A uma semana do começo do ano letivo, a Secretaria de Estado da Educação (Seed) ainda não definiu o quadro de docentes para 2015. Os professores temporários nem sequer foram chamados. De quebra, a distribuição das aulas feita em dezembro foi cancelada, afetando a semana pedagógica, na qual diretores e docentes planejam as atividades do ano todo. Diante do atropelo no cronograma, a categoria ameaça uma greve antes mesmo de começarem as aulas.

A rede estadual não se sustenta apenas com professores do quadro próprio. Por causa disso, precisa recorrer aos professores temporários – contratados em regime especial, via Processo Seletivo Simplificado (PSS). No ano passado, por exemplo, dos 70 mil professores da rede estadual, 29 mil eram PSSs.

Casa do eletricista TRATAM. E ACESS.

Leia mais na edição impressa do Jornal O Presente

TOPO