Paraná

Maior abatedouro de peixes do Brasil é inaugurado em Palotina

Palotina esteve movimentada na última sexta-feira (20) devido à inauguração do frigorífico de peixes da C.Vale. O novo abatedouro tem estrutura de 10.012 metros quadrados, recebeu investimentos de R$ 110 milhões e vai abater 75 mil tilápias por dia até o fim de 2018. Serão gerados 400 empregos e a produção envolve 300 produtores integrados. A cerimônia de inauguração aconteceu no parque industrial da cooperativa. Realizada sob uma tenda climatizada, a solenidade marcou também os 20 anos do complexo avícola da C.Vale. Entre os presentes estiveram o presidente da República, Michel Temer, o ministro da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Blairo Maggi, e o governador do Paraná, Beto Richa.

A C.Vale reuniu tecnologias de oito países – Alemanha, Brasil, Estados Unidos, Holanda, Islândia, Itália, Japão e Suíça – para o abate de peixes e para a produção de rações. A meta é atingir a marca de 75 mil tilápias/dia até o fim de 2018, mas o planejamento prevê a ampliação do processamento para 600 mil tilápias/dia.

Casa do Eletricista – TORNEIRAS ELÉTRICAS

A grande novidade do empreendimento é uma nova tecnologia de produção. A C.Vale desenvolveu, com o auxílio da Universidade de Pisa, na Itália, um sistema de produção intensiva de peixes. “A principal vantagem da nova tecnologia é a possibilidade de alojar até 60 tilápias por metro quadrado de água, 12 vezes mais que no sistema tradicional”, explica o presidente da cooperativa, Alfredo Lang. Ele esclarece, no entanto, que esse sistema será adotado num segundo momento em função do maior consumo de energia elétrica pelos equipamentos de aeração. “Estamos buscando uma solução para essa questão através do aproveitamento da energia solar por células fotovoltaicas”, expõe. Ele acredita que o “extraordinário ganho de escala de produção” vai viabilizar o novo modelo de criação de peixes. “Entendemos que será o início de uma nova era para a piscicultura”, aposta.

Confira a matéria completa na edição impressa desta terça-feira (24).

TOPO