Policial

Dupla é presa em fábrica clandestina de palmito na região

A Polícia Federal de Cascavel estourou no fim da tarde de ontem (05), na área rural de Capanema, uma fábrica ilegal de palmitos em conserva. No local, foram apreendidos cerca de 250 palmitos in natura, extraídos irregularmente do Parque Nacional do Iguaçu, além de grande quantidade de ferramentas para extração, preparação e posterior venda do vegetal.

Dois homens, um de 36 anos e outro de 40 anos, foram presos a operação policial que teve início na quinta-feira (04) , após denúncia anônima sobre a extração ilegal de palmito da unidade de conservação ambiental. Os policiais federais passaram então a realizar campana na mata da região seguindo um suspeito que já havia sido preso pelo mesmo crime anteriormente.

Casa do Eletricista – RETOMA

Após quase 48 horas de vigília, os agentes federais lograram êxito em encontrar, na casa do suspeito, os palmitos in natura. Em seqüência, na casa do outro detido, foram encontrados vidros para o envasamento do palmito além de ferramentas, como régua para medição do corte de palmito, facões, forno a gás, entre outros materiais.

A dupla pode pegar até 13 anos reclusão, caso sejam condenados. Esta é a segunda grande apreensão relacionada com a extração ilegal de palmito realizada pela Polícia Federal em Cascavel em 2013.

TOPO