Copagril
Policial

Rondonense e toledano são presos pela polícia

Dois rev oacute;lveres e uma pistola foram apreendidos pela Pol iacute;cia Militar de Toledo e Marechal C acirc;ndido Rondon, da noite de ter ccedil;a-feira (29) at eacute; a manh atilde; de ontem (30). Os policiais rondonenses apreenderam uma pistola 7.65mm. A arma foi encontrada na cintura de Valdecir Correia Francisco, 25 anos, morador na Rua das Hort ecirc;ncias, no Jardim Higien oacute;polis. Ele era passageiro de um ocirc;nibus que foi abordado na Avenida Rio Grande do Sul, na Vila Ga uacute;cha. Outro passageiro, V.P.F., 21 anos, que estaria com Valdecir, foi encaminhado com ele para a Delegacia de Pol iacute;cia Civil (PC) local, mas acabou sendo liberado.
Para a PC, Valdecir disse que adquiriu a pistola na ter ccedil;a-feira (29) no Paraguai por R$ 800. Ele queria a arma para se proteger, j aacute; que h aacute; cerca de 30 dias sofreu um atentado na Boate Espig atilde;o. Ap oacute;s o atentado, Valdecir disse ter sido amea ccedil;ado de morte. nbsp;

Rev oacute;lveres
J aacute; na noite de ter ccedil;a-feira, na regi atilde;o da Vila Boa Esperan ccedil;a, em Toledo, policiais militares apreenderam dois rev oacute;lveres, um 32 e outro 38, e prenderam M aacute;rcio Zang, 19 anos. Os policiais foram informados que um grupo amea ccedil;ava um borracheiro e seu filho, com uma arma de fogo. Quando os policiais chegaram ao local um adolescente dispensou o rev oacute;lver 32, que foi localizado.
O menor e M aacute;rcio estariam exigindo R$ 1,5 mil do borracheiro por um dano causado por um pneu vendido pelo mesmo. M aacute;rcio teria comprado dois pneus novos do borracheiro e se acidentado. O borracheiro estaria disposto a pagar o dano, mas, diante das amea ccedil;as, policiais foram acionados por populares e acabaram detendo os jovens.
Os policiais verificaram que no celular de M aacute;rcio havia a foto de um rev oacute;lver 38 e ent atilde;o foram at eacute; sua casa, no Bairro Santa Clara III, onde encontraram a arma. Ele disse ter comprado o rev oacute;lver recentemente de um desconhecido por R$ 700.

Casa do Eletricista folha LORENZETTI

lt;galeria / gt;

TOPO