Copagril
Marechal

Maior desafio é o futuro de Marechal Rondon quanto à água e esgoto, diz Dieter

 

Arquivo/OP

Diretor-executivo e administrativo-financeiro do Saae, Dieter Seyboth: Vamos encontrar objetos futuros, pensar o futuro do Saae e o futuro de Marechal Rondon quanto ao serviço autônomo de água e esgoto e, principalmente, o esgoto devido à sua implantação

 

Formado em Engenharia Química e pós-graduado em Administração hospitalar, ambas em universidades da Capital São Paulo, Dieter Leonard Seyboth (DEM) integra a equipe do prefeito Marcio Rauber (DEM) e do vice-prefeito Ilario Hofstaetter (Ila) (PSB) nas funções de diretor-executivo e diretor administrativo-financeiro do Serviço Autônomo de Água e Esgoto (Saae) de Marechal Cândido Rondon. Nascido na Alemanha,  Seyboth é filho de pioneiros. Foi eleito vereador, exercendo mandato de 1983 a 1988, chegando à presidência da Câmara Municipal no biênio 1985/1986, o que possibilitou exercer interinamente o cargo de prefeito no período de junho a dezembro de 1985. Foi eleito prefeito do município para o mandato de 1989 a 1992. Também exerceu a presidência do Lions Clube e da Associação Comercial e Empresarial (Acimacar). Por muitos anos atuou na função de diretor dos hospitais Filadélfia e Rondon, este último em atividade e pertencente aos seus familiares.

 

Novo Desafio

Casa do Eletricista PISCINAS

Por tudo o que passei na Câmara de Vereadores e na prefeitura, cujas instituições são norteadas pelas mesmas legislações, posso dizer que assumir a direção do Saae é um desafio diferente porque o ramo é outro, mas o trato com as pessoas e funcionários não diverge de outras situações anteriores. Pela minha vivência, me sinto absolutamente preparado para trabalhar, gerenciar e ser diretor-executivo do Saae, salienta.

Seyboth entende que se trata de um novo desafio pelo fato de haver novos objetivos que devem ser viabilizados dentro do que é o objeto do Saae, trabalhando em inúmeros projetos em benefício da comunidade rondonense no que diz respeito à rede de esgoto e levar água de qualidade às famílias, assim como atender as demandas que se fazem necessárias. O maior desafio mesmo é encontrar objetos futuros, pensar o futuro do Saae e o futuro de Marechal Rondon quanto ao serviço autônomo de água e esgoto e, principalmente, o esgoto devido à sua implantação. Isso o Vitor (Giacobbo) e eu estamos buscando através de conversas com os funcionários e com a sociedade para definir pelos melhores projetos, conclui.

TOPO