Pref. CORONADENGUE
Ecoville – Maior rede de limpeza
Marechal

Motivo de preocupação, desníveis na rodovia Marechal Rondon a Pato Bragado serão cobertos

Os desníveis nas obras de conservação de rodovias que estão sendo executadas no trajeto compreendido entre o distrito rondonense de Iguiporã e o município de Pato Bragado estão gerando preocupação a condutores de veículos. Isso porque depois de recortar o asfalto, apenas uma camada seria colocada na pista, deixando um degrau que pode oferecer perigo no sentido de contribuir para um acidente, além de problemas na suspensão dos veículos.

As obras serão realizadas em um trecho de pouco mais de 50 quilômetros entre Marechal Rondon e Santa Helena, através de um projeto de conservação de rodovias desenvolvido pelo Governo do Estado. Uma das etapas foi realizada no trecho até Curvado, tornando a via mais segura aos usuários, enquanto outro trajeto necessita de mais atenção por parte da empresa que executa a obra.

Casa do eletricista PRESSURIZADORES

Recentemente, um rondonense que trafegava pela PR-467 no sentido Curvado a Iguiporã se desequilibrou e caiu da sua motocicleta ao passar por um degrau que ficou parcialmente aberto. O motociclista resultou com ralados nas palmas das mãos e nos braços após a queda no momento em que retornava à sua pista após uma ultrapassagem. Ele foi socorrido por populares e encaminhado a um hospital para fazer curativos. “Não tive gasto com medicamentos, mas a queda gerou uma despesa de R$ 4 mil para consertar a minha motocicleta. Como não acionei a polícia e não processei a empresa, acabei arcando sozinho com as despesas”, declarou à reportagem o motociclista, que não quis ser identificado.

 

Trabalho completo

Conforme o chefe da equipe que executa a reforma asfáltica no trajeto Iguiporã a Pato Bragado, Rodrigo Rodrigues, da empresa SAMP Construtora de Obras, os degraus serão todos fechados com uma nova camada para repor o asfalto. “Esses degraus e desníveis serão cobertos. Depois de chegar a Pato Bragado será retornado para essa nova etapa, o que deve levar de dois a três meses”, diz.

Rodrigues menciona que o recorte do asfalto é fechado em duas camadas, sendo a primeira a base e depois a segunda para tapar o “pano”. Um novo serviço foi realizado na manhã de ontem (25) no sentido Pato Bragado a Marechal Rondon. De acordo com ele, o buraco aberto receberia a primeira camada ainda ontem, enquanto a segunda camada deve ser colocada hoje (26) ou no máximo amanhã (27).

 

Resposta do DER

O DER informou hoje que os trechos estão recebendo serviços de conservação, que é o objetivo do programa. "Está sendo realizada a substituição do pavimento danificado por pavimento novo. Um total de 12,17 quilômetros já foram recuperados entre Marechal Rondon e o distrito de Iguiporã, na PR-467, além de um trecho de 8,2 quilômetros na PR-495 entre Iguiporã e o município de Pato Bragado", diz o comunicado.

Segundo o departamento, o trajeto entre Marechal Rondon e Vila Curvado recebeu a substituição em maior escala de pavimento danificado por novo, dando a impressão de serviço contínuo. “Quanto aos outros trechos em melhores condições, houve menos substituição de pavimento e maior quantidade de remendos, podendo gerar um pequeno aumento no desconforto, entretanto nada que comprometa a segurança do usuário. Os degraus ocorrem porque na retirada do pavimento em espessuras maiores de oito centímetros é exigida recomposição em duas camadas, o que normalmente não ocorre no mesmo dia, ficando um pequeno degrau de quatro centímetros de um dia para o outro, que já é corrigido no dia seguinte”, finaliza o DER.

TOPO