Ecoville – Maior rede de limpeza
Marechal

Orquestra de Sopros de Marechal Rondon celebra 40 anos com show beneficente

Nesta sexta-feira (10), a Orquestra de Sopros de Marechal Rondon realizará um show beneficente em comemoração ao seu aniversário de 40 anos. A apresentação acontecerá no Clube Concórdia, às 20h. Os ingressos podem ser adquiridos ao valor de R$ 10,00, sendo que a renda será revertida em prol da APAE rondonense.

“Convidamos a população de Marechal Rondon e região para que participe e celebre conosco os nossos 40 anos de existência. Com certeza será uma noite linda e agradável, que está sendo preparada com muito carinho”, enaltece Rosilene Cristina Guntzel, saxofonista da Orquestra há 17 anos.

Casa do eletricista PRESSURIZADORES

Ingressos

Os ingressos podem ser adquiridos com os integrantes da Orquestra, diretoria da APAE, integrantes dos clubes rotarianos de Marechal Rondon e na Secretaria de Cultura, na prefeitura rondonense. Crianças menores de dez anos terão entrada gratuita.

A Orquestra

A Orquestra de Sopros de Marechal Rondon é uma entidade sem fins lucrativos, que realiza atividades culturais, artísticas e musicais, aulas de instrumentos musicais e tem por filosofia a solidariedade e auxílio mútuo. Conta atualmente com 20 integrantes. São 14 instrumentos de sopro, além da bateria, contrabaixo, guitarra e teclado e das vozes femininas e masculinas. O grupo é conduzido pelo maestro Patrick Furlan Schultz e apresenta-se nas solenidades cívicas do município e, eventualmente, em municípios vizinhos quando convidada. Também faz concertos e apresentações para eventos diversos.

Além dos integrantes, a orquestra conta com uma equipe de apoio constituída de professores de música e profissionais de equipamentos de som e tem apoio da Secretaria Municipal de Cultura.

Caminhada

A Orquestra de Sopros iniciou suas atividades artísticas em outubro de 1977,sob a denominação de Banda Municipal. Entre os objetivos do grupo, estavam a formação musical de seus integrantes, o estímulo das atividades de caráter cultural e social e o exercício da cidadania, promovendo a formação de melhores cidadãos.

No ano de 2003, a Orquestra passou por um processo de reestruturação. Além de terem sido incluídos novos instrumentos na sua composição, como a bateria, o teclado, violão, e contrabaixo, houve a preocupação e o investimento para disponibilizar ao grupo, regência com formação musical para esse fim. O repertório, por sua vez, também passou por revisões sistemáticas e hoje é variado, incluindo desde música erudita, popular, temas de filmes, marchas e peças características de Orquestra.

Em 2015, foram introduzidos na Orquestra, voz feminina e voz masculina e incrementado um novo repertório para show com coreografias.

Ao longo da história, a Orquestra de Sopros teve os seguintes maestros: Arnoldo Pohl, Armando Dieter, Mauro Buss e Norberto Kruger. Há cerca de 14 anos, Patrick Furlan Schultz está à frente do grupo.

Com informações Assessoria

TOPO