Marechal

Projeto Anjos da Vida é lançado em Marechal Rondon

Mirely Weirich/OP
Idealizador e voluntário do projeto Jeferson Matias de Souza, ressalta que a participação nos encontros é gratuita e aberta a toda comunidade

Nesta quinta-feira (20), a partir das 14h30, acontece o lançamento do projeto voluntário Processo Grupal Anjos da Vida, no Salão Comunitário do Jardim Primavera.

Casa do Eletricista – NÃO PAGUE AR

Com foco em promover a saúde mental e emocional, o projeto idealizado pelo voluntário Jeferson Matias de Souza, de 33 anos, conta com o apoio de pessoas comuns, professores, médicos, psicólogos, pessoas do esporte e da cultura que possam contribuir, de forma voluntária, o bem estar e a qualidade de vida das pessoas por meio da educação. O foco principal desse projeto é a saúde mental e emocional. Hoje, devido à correria do dia a dia, encontramos cada vez mais pessoas estressadas demais, com ansiedade, transtorno bipolar e depressão, expõe Jeferson.

O lançamento do projeto é gratuito e aberto a toda a comunidade e, além da explanação sobre a missão, visão e os valores do Processo Grupal Anjos da Vida, contará com a apresentação das crianças do Grupo de Meninas de Sinhá, da Escola Municipal 25 de Julho, com a canção Tá Caindo Fulô. Na oportunidade, o médico Raphael Fumagalli também abordará o tema Ser humano: qualidade de vida e bem estar. As atividades serão encerradas com um coffee break entre os participantes.

 

Próximos encontros

A partir do mês de novembro, os encontros acontecerão sempre na terceira quinta-feira de cada mês, as 19h30, também no Salão Comunitário do Jardim Primavera. Segundo Jeferson, além dos temas relacionados à saúde mental e emocional, os assuntos serão voltados para crianças, jovens, adultos e idosos também no esporte, leitura, alimentação saudável e participação em sua comunidade religiosa. Acredito que a educação começa com as crianças, então vamos trabalhar com todas as faixas etárias, menciona. Quando nos depararmos com alguma situação em que não pudermos mais ajudar, como pessoas com vício em álcool ou drogas, encaminharemos aos órgãos competentes, destaca.

Além de Jeferson, o projeto já conta com outros voluntários, como os médicos Raphael Fumagalli e Roberto Machado, a psicóloga Josie Meinerz e a assistente social Rosane Herpich, ambas da Unidade de Saúde 24 Horas, a enfermeira responsável pelo Posto de Saúde do Jardim Primavera, Claucia Meinrz de Oliveira, além do Centro de Atenção Psicossocial (Caps). Os primeiros encontros serão no dia 17 de novembro, com uma psicopedagoga ex-funcionária do Hospital Filadélfia, e no dia 15 de dezembro sobre terapia familiar com a equipe da Unidade de Saúde 24 Horas, pontua.

Experiência

Jeferson conta o projeto Processo Grupal Anjos da Vida foi idealizado por ele no início do ano passado, contudo, o projeto precisou ser deixado de lado por problemas de saúde. Até setembro de 2015 eu cursava psicologia em Cascavel, mas fui visitado por uma tempestade chamada transtorno bipolar. Eu comecei um tratamento, abandonei, ganhei as consequências de ter abandonado o remédio e retomei o tratamento em agosto deste ano, e agora estou levando a sério, relata. No período em que abandonei o tratamento fiz uma viagem a Florianópolis porque não estava mais aguentando, não queria aceitar ajuda, e nessa viagem chegou aquela palavrinha que faz com que todo ser humano se abra para a transformação: a aceitação, rememora.

Após o fim da negação do diagnóstico da doença, Jeferson conta que a própria experiência o motivou a realizar o trabalho voluntário, e quando retomou o tratamento em agosto deste ano e recebeu o apoio das pessoas certas, a sementinha que estava guardada dentro de si veio para a flora. Uma coisa que move tudo isso é a caridade, é a fonte de todo bem, o amor que está em cada um de nós, conta. Se tem uma frase que me provocou a fazer o bem àqueles que já fizeram o bem para mim, e também àqueles que não fizeram, é algo que já foi traduzido em música por John Lennon e Raul Seixas, apesar de nenhum deles ser o autor desta frase, o dono dela se chama Miguel Cervantes, Espanhol que nasceu em 1547, que disse: um sonho que se sonha só é um sonho que se sonha só, mas um sonho que se sonha junto é o começo da realidade desse sonho, conclui,

Mais informações sobre o Processo Grupal Anjos da Vida e a confirmação para o lançamento do projeto nesta quinta-feira podem ser obtidas por meio da página facebook.com/primavera.anjosdavida ou pelo WhatsApp no (45) 9918-6053.

TOPO