Marechal

Memorial que lembra o legado de Martinho Lutero é entregue em Marechal Rondon

O Presente

 

As comunidades luteranas de Marechal Cândido Rondon realizaram na manhã desta terça-feira (31), na Praça Willy Barth, a entrega do monumento para lembrar a herança e o legado deixados por Martinho Lutero, principal líder do movimento reformista iniciado 500 anos atrás. Com 51 mil habitantes, 11,8 mil rondonenses são fiéis luteranos – o que representa 23% da população. O ato realizado na manhã desta terça-feira também foi marcado pela transmissão de mensagens religiosas de conotação cristã.

Casa do Eletricista – RETOMA

A obra foi esculpida pelo artista rondonense Hedio Strey que, acompanhado de sua esposa, desatou a fita inaugural do monumento. Na sequência pastores e lideranças da IECLB e IELB retiraram a faixa que cobria o memorial.

Estiveram presentes o prefeito Marcio Rauber; presidente da Câmara, vereador Pedro Rauber; pastor sinodal Lauri Becker (Igreja Evangélica de Confissão Luterana no Brasil – IECLB); presidente do Conselho Distrital Lago Itaipu, pastor Romildo Wrasse (Igreja Evangélica Luterana do Brasil – IELB); pastores da IELB, pastores e pastoras da IECLB, assim como lideranças da IECLB e da IELB no município. Também marcaram presença o ex-prefeito Moacir Froehlich e fiéis luteranos da IECLB e IELB. Clique aqui para acessar a galeria de fotografias.

 

95 Teses

As 95 teses que iniciaram a Reforma Protestante foram pregadas em 31 de outubro de 1517 na porta da Igreja do Castelo de Wittenberg, Alemanha, iniciando um movimento que mudou os rumos da Igreja Cristã, contra a prática da Igreja Católica em cobrar indulgências para garantir o perdão. A Reforma Luterana também provocou mudanças gerais na educação, política, economia, entre outros segmentos.

TOPO