Copagril – Sou agro com orgulho
Poder Legislativo Homenagem

Praça do Loteamento Roesler recebe nome do pioneiro rondonense Eduard Reschke

Eduard Reschke faleceu em Marechal Rondon em 11 de março de 1980 (Foto: Divulgação)

O Poder Legislativo de Marechal Cândido Rondon aprovou projeto de lei de iniciativa dos vereadores João Eduardo dos Santos (Juca) e Iloir de Lima (Padeiro) em que sugere a denominação de “Praça Pioneiro Eduardo Reschke” à área de lazer do Loteamento Roesler. O homenageado foi o proprietário da área do loteamento por muitos anos, depois de adquirir a parcela de terra na década de 1950.

Eduard Reschke nasceu na Alemanha em 22 de janeiro de 1909. Aos 11 anos de idade, junto com os pais e irmãos, imigrou para o Brasil e permaneceu dois anos no Estado de São Paulo para pagar, com trabalho, a viagem da Alemanha até o nosso país. Posteriormente, estabeleceu-se em Ijuí e, depois, em Três Passos, no Rio Grande do Sul.

Casa do Eletricista ARANDELAS

Depois de constituir família, migrou de Três Passos à Vila General Rondon, no Oeste do Paraná. Ele chegou no futuro município de Marechal Cândido Rondon com sua esposa Olga e os filhos Raimundo, Íris e Eleonora, em 1º de agosto de 1951.

Nied 2021 Y

Ele teve participação ativa na constituição e construção da primeira igreja da Comunidade Cristo (Igreja Luterana), que foi inaugurada em 07 de outubro em 1951. O pioneiro foi um dos 15 membros fundadores da Comunidade Luterana Cristo.

Em conjunto com o irmão Arnoldo Reschke, montou uma serraria (onde hoje funciona a Mecânica Vênice). Posteriormente, eles instalaram uma marcenaria. Tanto a serraria quanto a marcenaria foram destruídas em um incêndio em 1962.

Eduard Reschke também participou da organização, construção e fundação da Escola Luterana Concórdia, predecessora do Colégio Luterano Rui Barbosa, em 1º de julho 1955. Na época, suas filhas Íris e Eleonora estudaram na escola.

O pioneiro faleceu em Marechal Rondon em 11 de março de 1980.

“Homenagear o senhor Eduard Reschke é reconhecer e inspirar-se em todos aqueles que tiveram a coragem e a determinação de sair de seus locais onde viviam e se deslocar para uma região sem estrutura e conforto. É também reconhecer as mulheres destes pioneiros que os acompanharam, os apoiaram com muito trabalho e fibra para cuidar e educar seus filhos. A história dos pioneiros necessita ser resgatada e contada para as atuais e futuras gerações como exemplo de pessoas que fazem acontecer e transformam o mundo onde vivem”, declararam os vereadores Juca e Padeiro.

 

Eduard Reschke faleceu em Marechal Rondon em 11 de março de 1980 (Foto: Divulgação)

 

Com assessoria

Clique aqui e participe do nosso grupo no WhatsApp

Grupo Costa Oeste 2021
TOPO