Tarcísio Vanderlinde

A Geografia nos pés do profeta

Elias nasceu em Tisbe, cidade localizada hoje na Jordânia, ao Sul do mar da Galileia. Nas suas redondezas ficava a torrente de Querite, afluente temporário do Jordão. O rio temporário fica entre dois afluentes perenes do Jordão: o Jarmuque, ao Norte, e Jaboque, ao Sul.

Os eventos associados às andanças de Elias ocorreram no reinado de Acabe, rei de Israel, entre os séculos IX e VIII a.C. As narrativas se encontram em 1Reis, mas há referências em outros livros, como o Talmude e o Alcorão.

O Alcorão descreve Elias como um profeta grande e justo de Deus, que pregou intensamente contra o culto a Baal. Bíblia e Alcorão convergem neste assunto. É célebre o confronto de Elias com os 450 profetas de Baal ocorrido no Monte Carmelo, situado próximo à atual cidade de Haifa, Norte de Israel.

Na torrente de Querite, onde habitou por um tempo, Elias profetizou um período de seca e fome para Israel. Em Serepta, hoje Líbano, realizou milagre para beneficiar uma viúva. Enquanto durou a seca não faltou azeite e farinha para aquela mulher vulnerável e seu filho.

Mais tarde, fugiu de Jezabel, mulher de Acabe, seguidora de Baal e que de fato mandava em Israel por aqueles dias. Escondeu-se no deserto da Judeia. Depois andou por mais 40 dias pelo deserto até o monte Horebe, hoje Egito, onde teve uma experiência pessoal impactante com Deus e novos comissionamentos. Sua hipotética caverna ainda pode ser visitada ali.

Dali parte para Damasco, na mesma Síria de hoje para ungir Hazael como rei. Depois unge Eliseu como seu próprio substituto. Acompanhado de Eliseu, fez uma jornada de Gilgal até Betel e Jericó, na atual Palestina, de onde cruzou o Jordão e foi arrebatado aos céus.

No livro de Malaquias seu retorno é profetizado. No episódio da transfiguração de Jesus, evento que tradicionalmente é aceito ter ocorrido no monte Tabor (Galileia), Elias reaparece com Moisés dialogando com Jesus.

Seguir os passos de Elias ou de outros personagens pelas narrativas bíblicas é uma forma pedagógica interessante de se envolver com a geografia histórica e atual da região. Afora os textos bíblicos, a geografia nos pés de Jesus já rendeu muitos livros.

No instável cenário geográfico atual da região permanecem nomes de territórios antigos como Egito, Israel, Líbano e Síria. Palestina foi inventada pelos romanos no segundo século da nossa era. Jordânia só se conheceria como país no âmbito da geopolítica britânica no século XX.

 

O autor é professor da Unioeste

tarcisiovanderlinde@gmail.com

TOPO