Copagril – Sou agro com orgulho
Arno Kunzler

Candidato por merecimento

A despeito de tudo e de muitos, a pré-candidatura de Josoé Pedralli (MDB) está aos poucos se consolidando como principal adversário do prefeito de Marechal Cândido Rondon, Marcio Rauber (DEM), na eleição marcada para 04 de outubro, por enquanto.

Pode-se questionar se Josoé está pronto para ser prefeito, se tem experiência suficiente para comandar um município.

Casa do Eletricista VERÃO 2022

Mas não se pode questionar sua legítima intenção de ser candidato, pois foi o que mais trabalhou para isso.

Nied 2022 – Padrão

Foi vereador em tempo integral e foi oposição em tempo integral.

CombateMax – Normal

Graças ao esforço pessoal de Josoé Pedralli o MDB poderá ser protagonista novamente nas eleições majoritárias.

Sim, quando os grandes líderes do partido se afastaram da legenda, ele abraçou o partido e foi buscar novas lideranças para prepará-lo para o pleito deste ano.

Assim, articulou primeiro a pré-candidatura a vereador do ex-prefeito Moacir Froehlich, depois trouxe de volta a ex-primeira-dama Maria Cleonice Froehlich e nunca se distanciou do PP, partido com o qual conta nesta disputa.

Quando algumas lideranças clamam por outro candidato, lembrando nomes como o próprio ex-prefeito Moacir, o ex-deputado Ademir Bier, Oscar Nasihgil, Elemar Lamberti, Werner Wanderer ou dos vereadores Arion Nasihgil e Adriano Cottica, todos expoentes da oposição, não encontram eco.

E é certo, por maior que sejam essas lideranças e por mais que neste momento possam ter mais votos, ninguém se dedicou tanto para construir uma candidatura a prefeito.

Mesmo aqueles que argumentam a eventual fragilidade do candidato frente ao prefeito, reconhecem que tirar Josoé Pedralli da disputa neste momento é fragmentar ainda mais a oposição.

Nem mesmo o argumento de que o prefeito é ainda mais favorito tendo como adversário Josoé Pedralli pode ser levado em conta, pois não existe eleição ganha antes do pleito.

Por mais favorito que o prefeito possa ser, a eleição nunca será fácil; pode até se tornar fácil, mas não por antecipação.

A candidatura de Josoé Pedralli, portanto, é uma questão de tempo, talvez só aguardando a escolha do vice para ser oficializada pelos partidos da oposição.

Talvez o vice já esteja definido, faltando apenas seu anúncio.

Certamente veremos novamente a disputa pelo comando da política rondonense entre o Democratas e o MDB, graças ao vereador Josoé Pedralli, que não só não deixou o MDB minguar, como conseguiu recolocá-lo na disputa.

 

Arno Kunzler é jornalista e diretor do Jornal O Presente e da Editora Amigos

arno@opresente.com.br

Grupo Costa Oeste 2021
TOPO