Arno Kunzler

Modelo de reconstrução

Sabemos que o pico da pandemia do novo coronavírus nem chegou na metade, mas nossos olhares já precisam se voltar para a reconstrução.

Somos uma sociedade inquieta, que sabe como ninguém lutar pelo progresso.

Casa do Eletricista – NÃO PAGUE AR

Nossa região foi construída assim, com homens e mulheres destemidos, que enfrentaram adversidades maiores do que temos pela frente hoje.

As ameaças, sejam pela vida, sejam pela parte econômica, eram constantes e precisavam de coragem e determinação.

E é isso que precisamos hoje, coragem e determinação para juntar os cacos e recomeçar, se esse for o caso.

Não ter vergonha de recomeçar, não ter vergonha e nem receio de sair da zona de conforto e ir à luta.

É isso que nossas empresas esperam de nós.

É isso que os que perderam o emprego, os que perderam sua renda, esperam dos empresários.

Se não desviarmos nosso foco e não deixarmos nos influenciar pela politicagem, pela demagogia e até pela má-fé.

Se olharmos uns para os outros e formos solidários, tudo será muito mais fácil.

Estamos numa das regiões mais produtivas do planeta.

Moramos em cidades bem desenvolvidas, com estrutura de saúde formidável.

Temos a terra, agricultores bem estabelecidos, capitalizados e tecnicamente muito desenvolvidos.

Também temos um povo trabalhador e dedicado…

Certamente não nos faltará esforço e determinação para superar este momento.

Não estamos sugerindo que tudo será fácil e nem que a pandemia já passou.

Mas estamos percebendo isso sim, que a estrutura para cuidar da pandemia está criada e as pessoas estão apostas.

Nossa parte é cuidar de nós, das nossas famílias, dos familiares, das nossas empresas. É o melhor que podemos fazer.

Mas, além de cuidar das pessoas, precisamos estimular os empreendedores.

Sair do isolamento e lamentar não é solução.

O momento exige e precisa de homens e mulheres como aqueles pioneiros destemidos que foram à luta, sem apoio, sem dinheiro, sem assistência médica, sem estradas…

Pensemos nisso.

 

Arno Kunzler é jornalista e diretor do Jornal O Presente e da Editora Amigos da Natureza

arno@opresente.com.br

TOPO