Copagril – Sou agro com orgulho
Editorial

Qual é o valor de uma universidade?

Certamente na história recente a humanidade nunca havia dado tanta importância para a ciência. Com a pandemia da Covid-19, o mundo voltou os olhares mais esperançosos para os laboratórios em todo o mundo, onde estão cientistas que trabalham longos e longos anos, discretos, quase imperceptíveis, para promover soluções para a saúde da população mundial.

Através de seus feitos, a humanidade ganha mais qualidade e mais alguns anos de vida. Basta olhar para a história da penicilina para entender um pouco do quanto a ciência dedicada à vida humana é importante.

Casa do Eletricista – BOBCAT

Ou melhor, basta observar agora a procura desenfreada por vacinas criadas a toque de caixa, graças ao desenvolvimento cada vez maior das tecnologias embarcadas nesses laboratórios e ao empenho e conhecimento desses cientistas anônimos.

Sim, eles são praticamente anônimos. Mas hoje em dia representam a esperança de mais de sete bilhões de pessoas para acabar com as mortes e o sofrimento levados pelo coronavírus aos quatro cantos do planeta.

Longe dos holofotes das grandes estrelas do futebol e da televisão, sem salários estratosféricos, mas altamente poderosos no que fazem. É bem provável que a humanidade valorize mais esses profissionais a partir de agora. Provável!

A Universidade Estadual do Oeste do Paraná (Unioeste) comemora os 40 anos do campus instalado em Marechal Cândido Rondon. E em todo esse tempo tem desenvolvido um trabalho que ajudou e ajuda a desenvolver a região e até outras partes do país.

Uma universidade bem estruturada não é apenas para a formação de alunos. Além do ensino, ela tem um papel preponderante nas pesquisas de novos métodos ou produtos que possam facilitar a vida e melhorar o bem-estar das pessoas, e a extensão, aplicando essas novas técnicas a campo, promovendo resultados nos mais diversos ramos de atuação da comunidade. Ensino, pesquisa e extensão.

A Unioeste ajudou a mudar a vida no Oeste paranaense e hoje se mostra ainda mais importante. O Hospital Universitário, em Cascavel, é referência regional e agora inclusive no tratamento de Covid-19. Sua presença é de fundamental importância ao longo dos anos, mas especialmente nesse momento de crise sanitária e hospitalar nunca visto antes na história do Paraná e do Brasil. No entanto, como em outras unidades hospitalares da região, o HU está à beira do caos. No limite.

As instituições de ensino, pesquisa e extensão devem ser cada vez mais valorizadas e fortalecidas. São das universidades que saem grandes nomes que vão ser protagonistas de diversas áreas do conhecimento, inclusive a médica. Saem das universidades também milhares de trabalhos e artigos que são fundamentais para o desenvolvimento da vida. Se fossem melhor aproveitados seria ainda mais interessante.

Que a educação pode mudar um país todo mundo já sabe. É preciso agora compreender que a pesquisa, que está escondida nos laboratórios, pode não só mudar um país, como mudar o rumo de toda a humanidade. Qual é o valor de uma universidade?

TOPO